terça-feira, 10 de novembro de 2009

Uma Vila Com Prioridades


Após esta pequena ausência achámos pertinente saber, junto dos nosso leitores e comentadores, quais as prioridades para a Vila neste momento. Gostaríamos que os senhores opinassem e nos indicassem, qual ou quais os pontos do programa do Partido Socialista, que gostariam de ver prioritariamente cumpridos.
Deixamos a questão em aberto…

Cumprimentos.

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

A Esmiuçar a Blogosfera Local - Parte I


No rescaldo do polémico voto em branco para a Assembleia Municipal, o “Mê Belo Campo Maiore” decidiu ver o que os seus homólogos bloguistas escreviam. Numa dessas incursões, neste caso no blog “Campo Maior na Internet” (http://campomaiornanet.blogspot.com/), deparamo-nos com parte do comunicado oficial do PC acerca do assunto.

Em linhas gerais diz o seguinte:


“ Nas últimas eleições para as Autarquias, o candidato da CDU, António João Gonçalves, não votou nos chamados independentes, nem votou nos candidatos do Partido Socialista, não se bateu por lugares, não se ofereceu, não procurou tacho, não (…….).


Na eleição da Mesa da Assembleia, e para que fique claro em relação aos Bloguistas do anonimato, aos democratas de ocasião, a Socialistas ou independentes por oportunismo, o eleito da CDU votou nos candidatos do PS à mesada Assembleia, como decisão (…….).


Existe um voto em branco e tem que ser procurado nesse saco de gatos que é o Partido Socialista e os chamados Independentes, todos eles da área do Partido Socialista.”


O munícipe menos informado poderá desconhecer a função do Presidente da Assembleia Municipal e para este esclarecimento, nada melhor do que visitarem o blog do Cardeal Siripipi (http://siripipi-alentejano.blogspot.com/), como lhe chama respeitosamente o amigo Jack The Ripper.

Entre outras coisas o Cardeal diz o seguinte:

“A Assembleia Municipal é o Órgão Deliberativo por excelência do Município e funciona como um autêntico parlamento municipal. Isto significa que as deliberações mais importantes que dentro das atribuições do Município devam ser tomadas são da competência da Assembleia Municipal (...)

Segundo o Prof. Freitas do Amaral (Cursos de Direito Administrativo) escrevia a este respeito: “A Assembleia Municipal pode obrigar a Câmara a demitir-se, se quiser, uma vez que a Câmara não poderá exercer as suas funções se não tiver o orçamento aprovado (...)
(sem o orçamento aprovado não é possível realizar despesas, não é possível pagar ao Pessoal, por conseguinte, toda a administração municipal ficará paralisada).

Na prática, é muito raro a Câmara «cair» (...)

(...) autor do voto em branco, esse Eleito foi um traidor para a sua Força Política, a sua conduta pode vir a inviabilizar a acção de Ricardo Pinheiro (...) ”

No nosso espaço acreditamos que a o mandato irá ser cumprido, pois resta no meio disto tudo a vontade unânime de ver Campo Maior progredir, esperamos que a Vontade Eleitoral do Povo seja respeitada.

E os senhores, o que dizem deste comunicado do PC, pessoalmente respeito o Sr. Gonçalves e não o imagino faltar à palavra, que me dizem?

Em relação à assembleia, acreditam que o Presidente Rui Pingo irá ser por Campo Maior, ou pelo contrário tentará transportar as quezílias do plano pessoal para as suas decisões?

Cumprimentos

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

"Show Must Go On" - Para a Frente...


Após o acto medíocre e impulsionador de estagnação ocorrido no passado dia 28, aquando da votação para a escolha dos elementos da Assembleia Municipal, resta analisar a situação de modo a que a população possa ser esclarecida.
Os membros eleitos para dirigir esse órgão, poderão tentar fazer tudo para que o município fique no marasmo que até então se encontrava, caberá ao Presidente Ricardo e à sua equipa, a coragem Herculeana para se libertarem desses grilhões e seguirem em frente.

O Derrotado Presidente, agora vereador, fez saber a várias entidades e logo após a derrota nas eleições, que iria renunciar ao seu cargo, assim como a restante equipa também iria cessar. Mas nos meandros do poder, já se fala que dá o dito por não dito, afinal a vitória de alguns elementos da sua equipa, terá encorajado o ex-presidente a não desvanecer pela sua derrota pessoal para a câmara. Ou será que é a ÂNSIA de VINGANÇA.

Se assim for todos os campomaiorenses sairão a perder, pois o jovem presidente eleito terá sérias dificuldades por quem nada de bem pretende para a Nossa Vila. Apelamos a todos os campomaiorenses que lutaram arduamente para a mudança, que estejam presentes nas assembleias e que acompanhem a equipa que escolheram, só assim encontraremos a solução para os nossos filhos sorrirem mais tarde.
União, Força e Dedicação.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Foi mesmo Dia R...

Afinal foi mesmo dia R... aquele título não era por acaso, ninguém percebeu infelizmente.

Ontem, foi o dia de Ricardo Pinheiro e Rui Pingo...

Já se deduzia que assim fosse, a abstenção de um dos votantes decidiu a história da Presidência da Assembleia Municipal.

Muitas pessoas ficaram admiradas, outra incrédulas, porém é normal que tenha acontecido.

Vamos lutar juntos… esperemos que exista capacidade para tal.

E vocês meus caros que opinam? Opinem sem ofender ou caluniar, caso contrário já sabem.

Cumprimentos.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Dia R...


"(...)Ao que a RCM sabe o novo executivo não contará com João Burrica que irá renunciar ao seu mandato, sendo que irá também tomar posse Hermenegildo Rodrigues, pelo NTCM, conjuntamente com Ana Golaio.

Do lado do PS tomarão posse Isabel Raminhas e Sérgio Bicho para além de Ricardo Pinheiro."

(Fonte: Rádio Campo Maior)

Sempre se confirma que João Burrica não irá assumir o cargo para o qual foi eleito, algo que se tinha falado aquando da derrota, existem rumores que poderá exercer um cargo numa empresa.

Quantos aos vereadores por parte do PS, depois de alguma especulação, confirmam-se os nomes de Isabel Raminhas e Sérgio Bicho.

Neste dia especial para o Ricardo, reitero aqui o completo apoio da maioria dos redactores do blogue.

No dia da tomada de posse do novo presidente do nosso município, deixo aqui um desafio, sugiram medidas que devem ser tomadas pelo novo executivo camarário.

Cumprimentos

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Unamo-nos....Neste país....

Unamo-nos
Nós somos os famosos anónimos
Mesmo assim já cumprimos os mínimos
Somos todos únicos
Que mais vão querer de nós
Para provar quem vai à frente
Ou fica atrás

Se é por
Ir estabelecer um novo record
Compremos o Guinness
Ao preço que for
E fica o assunto homologado
E sai espumantes
Às vezes dá p'ra um banquete
Ou dele as sandes

Sempre
Complicamos a coisa mais simples
E simplificamos a complicada
Sai em rajada
O tiro pela culatra
Às vezes mata
Às vezes ressurreição
Foi de raspão

(Só neste país...)

Só neste país
É que se diz:
Só neste país
Só neste país
Só neste país
Só neste país
Só neste país

São muitos séculos em morna ebulição
A transitar entre o granizo e a combustão
E um qualquer hino
P'ra qualquer situação
A pessimista, a optimista...
E vai abaixo e vai acima
E vai abaixo, e vai acima
(e agora a rima):

Portugal é nosso p'ro bem e p'ro mal

E o mal que está bem
E o bem que está mal
E o bem que está bem

Juro
P'lo fado
P'lo baile e p'lo kuduro
Que este país 'inda tem futuro
É verde e maduro
Como a fruta, às vezes brota
Às vezes, consternação
Secou no chão

Por isso unamo-nos
Nós somos os famosos anónimos
Mesmo assim já cumprimos os mínimos
Somos todos únicos
Que mais vão querer de nós
Para provar
Quem vai à frente
Ou fica atrás...

(Só neste país...)

Só neste país
É que se diz:
Só neste país
Só neste país
Só neste país
Só neste país
Só neste país

(...)

(Sergio Godinho, Só neste país, Álbum: Ligação Directa)

Campo Maior necessita de união, necessita de todos nós, saibamos conviver e lutar juntos por uma Vila melhor... Neste país...

É a hora...

Cumprimentos


PS: Caso queira visualizar o vídeo desta música, clique aqui.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Juntas de Freguesia tomaram posse...

"Realizaram-se nesta quarta-feira, as três tomadas de posse das assembleias de Freguesia do concelho de Campo Maior. Os três novos presidentes de cada uma das Juntas foram também empossados e, de seguida eleitos por indicação dos presidentes, as mesas das Assembleias. (...)"

(Fonte: Rádio Campo Maior)

Os integrantes do blogue, desejam as maiores felicidades aos eleitos e fazemos votos para que façam um bom trabalho em prol de todos nós.

Mãos à obra!

Um aparte... Sr. Paula Jangita, nova Presidente da Expectação.

Em tempos o Parque Desportivo da Expectação foi um local dinâmico e cheio de praticantes de desporto, porém hoje é um local que necessita de manutenção e de uma melhor adequação dos horários, nomeadamente às pessoas que trabalham e que se vêm privadas de praticar desporto. Tenha em atenção tal.

Hoje podem deixar aqui os vossos pedidos aos novos presidentes.


Cumprimentos.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

“Vão-se os anéis...ficam os dedos”


“Vão-se os anéis...ficam os dedos”,
Uns saem outros entram mas o que é certo, é que no meio da barricada déspota que parece ter reinado no município, houve quem saísse descriminado. Exemplo disso mesmo é a pintura mural que foi exibida na branca parede do edifício da autarquia.
Se por um lado houve quem receasse a mudança presidencial, pois com a mudança poderia vir também a repressão, por outro, esses mesmo que receavam tal mudança, consentiram que colegas seus fossem sem causa ostracizados. A demonstração de subjugação foi bem exibida numa destas manhãs solarengas, e penso que terá feio ver, o aparteith que tantos anos durou mesmo debaixo de cada nariz.
É inevitável contornar a questão sobre o abuso de poder exercido pelo derrotado dirigente e pela sua, nestas “lides”politicas - andanças, Vereadora Ana G. Ambos durante o seu mandato, impuseram a lei através do silêncio e do mau estar.
Assim e tal como a maioria do povo, aqui neste espaço aberto e democrático, esperamos que o novo executivo volte a reconhecer esses trabalhadores com a sua devida função.
Será mesmo caso para dizer...”SOLTEM OS PRISIONEIROS”

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Demissão de Hermenegildo Rodrigues da Presidência da U.F.D...

Hermenegildo Rodrigues, apresentou sexta-feira, em Assembleia Geral, a sua demissão, abrindo assim espaço a que novos órgãos gerentes sejam encontrados através de eleições na União de Futebol de Degolados.

Esta demissão aparece depois de uma época conturbada de eleições, segundo Hermenegildo Rodrigues e depois de algumas acusações que o presidente demissionário afirma não aceitar. Hermenegildo Rodrigues não deixa de lembra que desde 2002 que se tem dedicado a esta União de Futebol.

Interesses políticos, afirma Hermenegildo Rodrigues que levaram a apresentasse a sua demissão depois de ponderar com a sua família.

O grande problema parece prender-se em acusações que Hermenegildo Rodrigues enumerou à RCM, e não deixou de apontar quem lhe fez essas acusações, em particular o agora eleito presidente da Junta de Freguesia, Florival Cirilo.

Estes e outros episódios contados à RCM pelo ex-Presidente, levam a esta demissão, sendo que revela mágoa na hora da despedida.

A Rádio Campo Maior falou com Florival Cirilo que explicou que na assembleia geral Hermenegildo Rodrigues não falou na sua pessoa, pois se o tivesse feito, ter-lhe-ia respondido…

E afirma saber as reais razoes da demissão, situação que se fosse com ele não o faria…

Segundo Florival Cirilo a saída de Hermenegildo não irá beliscar o clube, e afirma que não fará parte na nova direcção mas, como sócio, prestará todo o apoio ao clube…

Hermenegildo Rodrigues demite-se da presidência da UFD.

(Fonte: Rádio Campo Maior)

Muito se tem falado deste tema, mas que aconteceu realmente?

Cumprimentos

domingo, 18 de outubro de 2009

Uma sugestão... Visite o Museu Aberto...

Depois de votar, foi um local simpático para visitar.

Visitem o Museu Aberto, um retrato de Campo Maior estampado num local felizmente recuperado.




Para mais informações, clique aqui.

Já visitaram? Gostaram?

Cumprimentos.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

O mais jovem Presidente de Câmara...

Por apenas 193 votos, Ricardo Pinheiro, de 28 anos, tornou-se, anteontem, o presidente de Câmara mais jovem de Portugal. O recém-eleito autarca, independente que liderou a lista socialista em Campo Maior, Portalegre, obteve 46,31% dos votos, enquanto o opositor, o antigo presidente João Burrica, obteve 44,36%.

"Sinto-me bem, ainda para mais quando foi a primeira vez que aceitei um desafio desta magnitude", garantiu, ontem, o autarca ao JN quando foi informado de que se tinha tornado o presidente mais jovem do país.

Desde logo, agradeceu ao povo de Campo Maior pelo voto de confiança e à "equipa fantástica" que trabalhou consigo durante quatro meses. "Vamos estar cá para trabalhar e dignificar o município", acrescentou.

Ricardo Pinheiro é engenheiro e, muito cedo, quando ainda era estudante, teve um grande contacto com o mundo profissional. Uma experiência que considerou "benéfica" para todos os jovens, já que lhes "dá maiores qualificações e mais mundo".

O autarca considerou que deve haver mais jovens na vida pública e nas autarquias, salientando, no entanto, a importância de existir um meio termo em tudo. "Se mais jovens ocuparem lugares de destaque nas autarquias, devidamente acompanhados de pessoas conhecedoras, isso só trará coisas boas", vaticinou.

O novel presidente deixou, ainda, um conselho a todos os jovens para não se alhearem da política e começarem a preocupar-se mais com as coisas públicas. Porque, "afinal, compensa".

(in Diário de Notícias)

" A Juventude é o Presente..."

Cumprimentos.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Pedra Filosofal...

Eles não sabem que o sonho

é uma constante da vida

tão concreta e definida

como outra coisa qualquer,

como esta pedra cinzenta

em que me sento e descanso,

como este ribeiro manso

em serenos sobressaltos,

como estes pinheiros altos

que em verde e oiro se agitam,

como estas aves que gritam

em bebedeiras de azul.



eles não sabem que o sonho

é vinho, é espuma, é fermento,

bichinho álacre e sedento,

de focinho pontiagudo,

que fossa através de tudo

num perpétuo movimento.



Eles não sabem que o sonho

é tela, é cor, é pincel,

base, fuste, capitel,

arco em ogiva, vitral,

pináculo de catedral,

contraponto, sinfonia,

máscara grega, magia,

que é retorta de alquimista,

mapa do mundo distante,

rosa-dos-ventos, Infante,

caravela quinhentista,

que é cabo da Boa Esperança,

ouro, canela, marfim,

florete de espadachim,

bastidor, passo de dança,

Colombina e Arlequim,

passarola voadora,

pára-raios, locomotiva,

barco de proa festiva,

alto-forno, geradora,

cisão do átomo, radar,

ultra-som, televisão,

desembarque em foguetão

na superfície lunar.



Eles não sabem, nem sonham,

que o sonho comanda a vida,

que sempre que um homem sonha

o mundo pula e avança

como bola colorida

entre as mãos de uma criança.



António Gedeão, In Movimento Perpétuo, 1956

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Ricardo Pinheiro eleito Presidente do Município Campomaiorense...


Está feito… Que satisfação enorme ver este jovem, ser eleito Presidente do nosso Município, cheio de vontade de fazer o melhor e apoiado com carisma pelos Campomaiorenses, especialmente por um, que caracteriza a excelência e humanidade em pessoa, o Sr. Rui.

Ao fim de anos, a aguentar as investidas da imobilidade e da falta de ambição, Campo Maior decidiu mudar os seus destinos, rumo a um futuro mais ambicioso.

O Ricardo teve uma grande vitória. Tinha muitas coisas contra ele, a começar pelo preconceito que continua a existir em relação aos jovens. Além isto, o antigo presidente trabalhou bem politicamente, tendo guardado algumas inaugurações para datas próximas das eleições e aproveitando todos os momentos para comunicar a sua vontade. O grande erro do Sr. Burrica, esteve de facto na sua insistência em temas condicionados à percepção do seu mundo.

Não obstante isto, o Ricardo dia-a-dia foi superando os obstáculos, crescendo na campanha, a qual culminou com uma grande caminhada pela vila, tendo sido esta um prenúncio do que iria acontecer.

A vitória do Ricardo, é a vitória da Liberdade, da Justiça, da Verdade, da Transparência, do Progresso, da Inteligência e de Campo Maior!

Não tenho a menor dúvida que o Ricardo será o presidente de TODOS os CAMPOMAIORENSES, ao contrário do que quiseram passar. O medo estupidamente infundado, foi uma ferramenta que não obteve resultados, demonstrando-se desta forma que Campo Maior é de todos nós!

Um apontamento….Fechar uma sede de campanha sem saber os resultados finais é demonstrar realmente alguma falta de ética e respeito pelos próprios membros da lista, os quais eram concorrentes a outros órgãos autárquicos, o objectivo era resumido a uma pessoa e não a um grupo, é o que se pode concluir.

Aproveito também para saudar os outros vencedores, em especial a Dra. Júlia Galego, a qual tenho a certeza que irá demonstrar toda a sua formação, educação e inteligência, no cargo para o qual foi eleita.

Bom trabalho para todos.

Caso deseje observar detalhadamente os resultados, clique aqui.

Muito sinteticamente, esta é a minha análise. E a vossa qual é?

Cumprimentos

PS: A vitória é também nossa Zé Camões!

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

A opinião do Três Horas da Manhã...

Estamos a poucos dias de votar nas autárquicas.

Ao longo deste ano e quase três meses, este blogue lutou contra a maneira como o actual executivo camarário tem arrastado Campo Maior para o abismo e a tristeza, dedicando-se somente ao óbvio!

Campo Maior, pode e deve ser uma localidade de referência, com infra-estruturas que permitam um desenvolvimento cada vez maior. Isto não se tem verificado, de facto nestes últimos anos, existiram só obras de circunstância, daquelas que enchem os olhos ao povo. Obras de fachada, digo eu.
Tem faltado visão e projectos a Campo Maior, desígnios que nos elevem e nos prepararem para um futuro prometedor.

A nossa vila está cada vez mais envelhecida, tal como o resto do país. As pessoas em certa altura das suas vidas vivem de pequenos detalhes e sobrevalorizam o pouco que se lhe dá. Obviamente que almoços e convívios são importantes, porém existe todo um leque de actividades fora as referidas, que podem até ser úteis em termos físicos e mentais e não só espontaneamente. Além o referido, existem algo essencial, são condições! Não só para meia dúzia de privilegiados, mas para todos os idosos Campomaiorenses, não dispomos de um local digno onde os referidos possam passar os seus dias longe da solidão, o Lar da Santa Casa tem muitas carências! Para bom entendedor, meia palavra basta.

Na minha opinião, cabe a nós jovens, mudar esta situação de marasmo de vez, até porque temos obrigação de ter uma visão diferente, como tal, devemos percepcionar a vida doutra forma, agindo e lutando por um Campo Maior mais próspero para todos. Este é o momento certo!

Existem quatro candidaturas nestas eleições, para a cadeira mor do nosso município, a saber: PS – Ricardo Pinheiro; CDU – Paula Campos; PSD – Pedro Nabeiro e NTCM – João Burrica.

Destas quatro candidaturas, eu aposto na do PS, pois existe uma panóplia de propostas que de facto fazem a diferença, a começar pelo Orçamento Participativo. Além isso, a candidatura apresenta um candidato jovem, dinâmico, que ingressou agora na política, não trazendo vícios consigo. Existe outra característica de revelar do Ricardo, é o saber ouvir, durante semanas a fio em sessões na sede de campanha da sua candidatura, fê-lo com interesse, registando as boas sugestões. O perfil do Ricardo bate certo com o que se veio debatendo nos blogues Campomaiorenses durante tempos.

O CDU apresenta também uma candidatura séria, com boas propostas, porém com um candidato com um perfil que creio não ser o ideal para Campo Maior, porém poderá ser um bom valor na oposição ou numa coligação se necessário.

O PSD tem uma lista com alguns bons valores, destaco em especial o Sr. Joaquim Folgado, o qual seria um bom candidato à Câmara. O Pedro Nabeiro não me convence pessoalmente, pois apesar de jovem não apresenta uma base de sustento fundamentada, é essencial conhecer outras realidades.

Quanto à candidatura independente NTCM, pouco tenho a dizer, é mais do mesmo! É aquilo que não queremos nem faz falta a Campo Maior. O Sr. João Burrica, já teve oportunidade de demonstrar o seu valor, doze anos deu para perceber que não tem capacidade para desenvolver Campo Maior.

Acredito que dia 11 de Outubro, possamos ter um novo Presidente de Câmara em Campo Maior. Pelo bem da nossa Vila, pelo desenvolvimento, pela inovação, pela ambição, pela instrução, pelo futuro, pela dedicação e pelo orgulho de ser Campomaiorense!

Eu apelo ao voto em Ricardo Pinheiro!

Cumprimentos.

PS: Neste momento é importante saber ouvir os candidatos mas também conhecer as pessoas.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Blogosfera e Anonimato...

Nos últimos tempos brotaram alguns novos blogues Campomaiorenses, alguns deverás interessantes! Não estão na lista aqui ao lado, mas podem consultar os referidos no Campo Maior na Internet.

Esses blogues têm algo em comum, o anonimato, pelo menos na sua grande maioria.

Tal acontece por algo muito simples, a não diferenciação e a falta de perspectiva da singularidade. Muitas pessoas confundem a opinião com tudo o que as rodeia, talvez porque tenham conhecido tempos sombrios aos quais felizmente eu não cheguei a tempo.

Quando pensamos que vivemos numa sociedade evoluída cheia de prosperidade, deparamo-nos com a mesquinhez e a falta de democracia de certas pessoas, que pressionam e fazem tentativas para que o mundo seja à imagem e semelhança que eles idealizaram.

É por estas e por outras que existe tanto anonimato!

Debaixo dum amparo poderão haver mil convicções, é uma realidade assertiva, que não encontra abrigo em algumas mentes desprovidas de razão.

Cumprimentos.

PS: Já não sou um anónimo, embora muita gente pense que sim!

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Lições de vidas Socialistas_Candidatura de Ricardo Pinheiro

Hoje, dia 6 de Outubro, terça-feira, pelas 21:30, no Pavilhão Gimnodesportivo, vão marcar presença Mário Soares e Almeida Santos, para a palestra "Lições de vidas socialistas".

O Partido Socialista e Ricardo Pinheiro convidam todos os Campomaiorenses a estarem presentes.

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Pensar Campo Maior...Novas oportunidades para Campo Maior!


Dia 1 de Outubro, às 21.30 Horas, no Hotel Santa Beatriz


O professor Rui Nuno Baleiras é convidado de honra do Fórum Especial “Pensar Campo Maior” que se realiza hoje no Hotel Santa Beatriz, promovido pela candidatura de Ricardo Pinheiro à presidência da Câmara Municipal de Campo Maior e pela Comissão Concelhia do Partido Socialista.

O professor universitário Rui Baleiras, secretário de Estado do Desenvolvimento Regional no XVII governo constitucional, é o orador principal da conferência “Novas Oportunidades para Campo Maior – Ganhar os desafios do desenvolvimento”, que encerra o conjunto de debates e reflexões promovidos pelo PS no decurso da pré-campanha para as Autarquias Locais.

Nesta ocasião, o candidato do Partido Socialista à presidência da Câmara de campo Maior, Ricardo Pinheiro, apresentará o balanço dos três fóruns.

Recordamos que durante o 1º Fórum “Pensar Campo Maior”, sobre Urbanismo, Habitação, os participantes manifestaram a necessidade de o próximo executivo municipal proceder à requalificação das entradas na vila e à recuperação patrimonial do centro histórico de Campo Maior.

A necessidade de Campo Maior dispor de um sistema público de transportes colectivos e de prever o impacto decorrente da requalificação da denominada Estrada do Retiro, recentemente assumida pelo governo português, foram duas das preocupações reveladas pelos participantes no 2º Fórum “Pensar Campo Maior.

No último fórum realizado no dia 25 de Setembro, subordinado ao tema da Acção Social, foi realçada a necessidade de o Município resolver o grave problema habitacional existente no centro histórico, tanto das famílias de etnia cigana que ali residem, como de outras pessoas que residem em condições muito precárias no mesmo local. Os participantes tomaram conhecimento do projecto “Coimbra, Cidade de Todos” que, em quatro anos, permitiu resolver um problema idêntico na cidade de Coimbra, naquela que é considerada uma experiência pioneira muito bem sucedida a nível nacional e internacional.

A necessidade de criação de mais estruturas de apoio social, designadamente jardins-de-infância e creches, e de melhorar a articulação entre os parceiros da rede social, para melhorar os serviços de assistência, foram outras notas saídas do debate.

----

Os Fóruns “Pensar Campo Maior” enquadram-se no primeiro compromisso assumido pelo PS/Ricardo Pinheiro de aplicar a metodologia do Orçamento Participativo, caso vençam as eleições municipais.

A gestão participativa defendida pelo Partido Socialista passa pelo envolvimento dos cidadãos na definição das prioridades da acção municipal, durante todo o mandato e não apenas de quatro em quatro anos.

O PS e Ricardo Pinheiro comprometem-se a incluir no programa eleitoral do Partido Socialista as prioridades definidas pela população durante a realização destes fóruns.

Estão todos convidados a estarem presentes.

(Fonte: Comissão Organizadora P.S. Campo Maior)


Saber ouvir... entender... percepcionar... e agir!

Urge que tal aconteça, pois todos queremos o melhor para a nossa vila! Aqui está a solução!

Cumprimentos.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

As eleições dos vencedores...

Aparentemente todos os partidos saíram vitoriosos ontem, vejamos:

PS: Vencedor das eleições;

PSD: Perca da maioria do PS; Subida da percentagem em relação às últimas legislativas.

CDS: Subida na percentagem, alcançando os dois dígitos; Perca da maioria por parte do PS.

BE: O partido que mais subiu, tornando-se a segunda maior força de esquerda, ultrapassando o CDU; Perca da maioria por parte do PS.

CDU: Tiveram mais 30 mil votos dos que as últimas legislativas; Perca da maioria por parte do PS

Afinal quem foram os derrotados?

Em dois meses o Eng. Sócrates virou os resultados das Eleições Europeias, nestas eleições dos dois partidos que poderiam ser vencedores, só ele pareceu querer ganhar as referidas.

E agora? Maioria relativa? Queijo Limiano?

Cumps

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Inauguração do Museu Aberto e do Posto de Turismo...

O Museu Aberto de Campo Maior vai ser inaugurado no próximo dia 25, às 18 horas, e é um projecto que pretende divulgar e valorizar as raízes do povo campomaiorense e, em paralelo, será também inaugurado o novo Posto de Turismo.

Os dois novos espaços estão instalados no edifício da Casa do Assento, no Largo do Barata, e a sua abertura ao público ocorre após um período de recuperação e adaptação do antigo Mercado Municipal.

Nesta data abrirá também portas o Castelo de Campo Maior, após a intervenção levada a cabo pelo IGESPAR com o apoio da Câmara Municipal.

O Museu Aberto de Campo Maior terá entrada gratuita, encerrando à 2.ª Feira e funcionará no Inverno: das 10 às 12 e da 14 às 17 horas, e no Verão das 10 às 12 e 14 às 18 horas.

(fonte: Rádio Campo Maior)

O tempo de eleições sempre foi propício a inaugurações, cá está mais uma a provar tal...

Tirando esse facto, acho que o Museu Aberto será uma mais valia para a nossa vila, porém temos que estar cientes que não é através do referido que todos os problemas do Turismo vão ficar resolvidos no nosso concelho.

Existe ainda uma imensidão de situações por resolver e algumas bem gritantes, principalmente ao nível do património histórico e cultural.

Cumps

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Candidatos à Presidência das Juntas de Freguesia

Iniciamos hoje, uma ronda de Sondagens, tendo por base as eleições autárquicas no Concelho de Campo Maior.

Hoje é o dia das três Juntas de Freguesia que compõem o concelho de Campo Maior.



Candidatos à Presidência da Junta de Freguesia de Degolados

PS:Florival Cirilo

CDU: Manuel Claudino

ANTCM: Ana Fino


Candidatos à Presidência da Junta de Freguesia se São João Baptista

PS: João Camelo

CDU: João Soutino

PSD: Manuel Baptista

ANTCM: Zélia Martins

Candidatos à Presidência da Junta de Freguesia de Nossa Senhora da Expectação

PS: António da Cal

BE: Garcia Gordo

CDU: Manuel Azinhais

PSD: Joaquim Folgado

ANTCM: Ana Jangita


Qual o seu candidato preferido para assumir o cargo de Presidente na sua Junta de Freguesia?


Cumprimentos

PS: As votações da Expectação e de S.João Baptista, sofreram um reset por um erro constante nas mesmas. Faça de novo a sua votação.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

2º "Fórum Pensar Campo Maior" - Trânsito e Infra-estruturas viárias

A necessidade de Campo Maior dispor de um sistema público de transportes colectivos e de prever o impacto decorrente da requalificação da denominada Estrada do Retiro, recentemente assumida pelo governo português, foram duas das preocupações reveladas pelos participantes no 2º Fórum “Pensar Campo Maior”, promovido pela candidatura de Ricardo Pinheiro à presidência da Câmara Municipal de Campo Maior e pela Comissão Concelhia do Partido Socialista.

O Fórum dedicado ao tema do Trânsito e Infra-estruturas viárias, realizado na noite de sexta-feira nas instalações da CURPI, contou com a participação de Maria Leal Monteiro, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo, e de Angel Caballero, director-gerente dos Transportes Urbanos do Ayuntamento de Mérida e ex-director de Transportes e Infra-estruturas Viárias no governo regional da Extremadura, além de Ricardo Pinheiro e de Paulo Estadão, candidato socialista nas listas para a Assembleia Municipal de Campo Maior.

Defendendo o envolvimento estratégico de Campo Maior com as localidades vizinhas do outro lado da fronteira, através de parcerias e articulação de políticas, os oradores sublinharam a necessidade de renovação das vias de comunicação e deixaram algumas sugestões, como a renovação da Zona Industrial de Campo Maior, tendo em vista um previsível aumento do tráfego internacional de pesados. A criação de um parque de estacionamento e descanso foi outra das sugestões.

Com a requalificação da EN371, que deverá ficar concluída no próximo ano, a ligação Campo Maior-Espanha far-se-á de forma mais rápida e curta, facto que, na opinião dos participantes, obrigará as autoridades municipais campomaiorenses a planearem atempadamente o impacto que terá no concelho a circulação de mais viaturas e de muito mais tráfego pesado.

Também a proximidade da estação do TGV e da plataforma logística em Elvas devem merecer a atenção dos campomaiorenses, pelos novos fluxos de tráfego que irão comportar.

Este encontro foi o segundo de um conjunto de três fóruns agendados pelo PS no decurso da pré-campanha eleitoral para as Autarquias Locais.

O último fórum está marcado para o dia 25 de Setembro e será subordinado ao tema "Acção Social".
Os Fóruns “Pensar Campo Maior” enquadram-se no primeiro compromisso assumido pelo Partido Socialista e por Ricardo Pinheiro de aplicar a metodologia do Orçamento Participativo, caso vençam as próximas eleições municipais.

A gestão participativa defendida pelo Partido Socialista passa pelo envolvimento dos cidadãos na definição das prioridades da acção municipal, durante todo o mandato e não apenas de quatro em quatro anos.

(Fonte: Comissão Organizadora P.S. Campo Maior)


É por aqui o caminho, sem dúvida.


Que opinam vocês?


Cumprimentos

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Vídeos sobre o que se faz por Campo Maior...

Hoje, trago até vós dois links, os quais contém vídeos sobre eventos ocorridos em Campo Maior", os referidos foram realizados pela TV Elvas.

Festas das Tradições edição 2009

IX Feira Nacional da Olivicultura

Estes duas "amostras", podem em alguns casos esclarecer certas dúvidas... ou não!

Cumprimentos

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Divagações de um ano de "Ó mê belo..."

No passado dia 18 de Agosto, este blogue cumpriu o seu primeiro aniversário. Foi um amigo que me chamou atenção para tal.

É com satisfação que vejo que o blogue cumpriu em parte os objectivos, um dos quais o principal, que era agitar Campo Maior.

Aqui já se... (ao bom estilo político)

- debateu de uma forma saudável diversos assuntos, os quais serão temas discutidos durante a campanha eleitoral para as autárquicas;

- obtiveram ideias dignas de registo;

- fizeram entrevistas a diversos bloguistas;

- sondaram os campomaiorenses (vão voltar em muito breve);

- fizeram pressões para que o blogue acabasse;

- cometeram gaffes;

- disse muita verdade;

- resolveram problemas;

- ...

Vejo com alegria e satisfação que os campomaiorenses se viraram para a internet para comunicar e debater, hoje existem muitos mais blogues Campomaiorenses e além isso exceptuando o caso do Bloco de Esquerda todas as candidaturas aos órgãos autárquicos em Campo Maior apresentam um site ou blogue, a saber:

Candidatura A Nossa Terra Campo Maior

Candidatura da Coligação Democrática Unitária


Candidatura do Partido Socialista


Candidatura do Partido Social Democrata

Será interessante seguir a evolução nestes espaços, chamo especial atenção para algumas propostas que vão surgindo.

Acham que a presença das candidaturas é a "simples" evolução dos tempos ou será que se deve ao facto dos blogues terem uma afluência considerável?

Cumprimentos

PS: Agradeço a todos os que visitaram, comentaram e contribuiram para o crescimento deste pequeno espaço de Campo Maior.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Documentação Mártir Santo...

"Olá amigos, gostava que publicassem este documento do delegado de saúde, infelizmente mais uma vez o SR.BURRICA INGNORA O CASO."
(Sr. José Garcia Gordo)
(Para melhor visualização clique na imagem)




(Para melhor visualização clique na imagem)


Estes documentos foram publicados a pedido do Sr. José Garcia Gordo, candidato à Junta de Freguesia da Expectação pelo Bloco de Esquerda e activista pela situação degradante que se passa no Mártir Santo.
Caso para dizer: "Só não vê quem não quer ver..."

Cumprimentos

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Mantenham-se atentos...


Por muito atentos que se mantenham não vão ver nada...


Cumprimentos

terça-feira, 25 de agosto de 2009

A próposito (1/?)...


A confusão andou sempre de mão dada com a política, o jogo de criar o ilusionismo de que se fez X e Y é sempre utilizada por estas alturas.

Chegou ontem à caixa de correio o Jornal Ganhar Campo Maior, o qual promove o movimento liderado pelo Sr. João Burrica.

O qual traz alguns jogos de ilusionismo muito engraçados, falando não dos últimos QUATRO ANOS mas sim dos DOZE ANOS de mandato. Se de facto o Sr. João Burrica tivesse feito em quatro anos o que fez em doze tinha sido um bom presidente em algumas áreas...

O que se pretende, o próximo mês de Outubro é avaliar os últimos quatro anos e não os doze!

E vocês que opinam sobre estas jogadas?


Cumprimentos

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Falta não... mas excesso também não...


Campo Maior foi inundado... de passadeiras...

Concordo que algumas fazem manifestamente falta, porém outras são simples peças de decoração, fazendo lembrar as famosas zebras.

Uma chamada de atenção, não fujam das "novas" lombas nas estradas da Figueira e de Ouguela, pois já existiram alguns pequenos despistes devido a tal.

A questão é: Quantidade, qualidade ou eleições?

Cumprimentos

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Novo Coreto Vs. Antigo Coreto


Qual dos dois coretos preferem?

Eu ficava com o antigo, pois era património campomaiorense, vamos-lá ver quantos espectáculos vão ocorrer no novo coreto, sendo que esse foi um dos argumentos da sua construção.

Cumprimentos

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Caça à multa dá férias....

Segundo foi noticiado no Correio da Manhã , o "excepcional zelo e mérito" demonstrados no serviço valeu a quatro guardas do Destacamento de Trânsito da GNR de Portalegre sete dias de licença de mérito – férias extras –, atribuídos pelo responsável daquele comando territorial da GNR. Em causa estão os feitos alcançados na ‘caça à multa’, através da realização de patrulhas e detecção de excessos de velocidade por radar – onde foram colocados os quatro cabos, todos com mais de vinte anos de serviço.

(Fonte: Correio da Manhã)

Cumprimentos.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Festival do Norte Alentejano


Este ano o Festival do Crato celebra o seu vigésimo quinto aniversário, sinceramente não me recordo de todos os cartazes do referido, recordo sim os últimos cinco, os quais foram todos de muito boa qualidade.

Fica aqui o Cartaz e a hiperligação, para que se possam informar (Site da C.M.Crato).

São estes exemplos, que em algumas das suas vertentes deveríamos seguir em Campo Maior. Reparem neste pormenor, festival de gastronomia e artesanato, qual foi a última vez que Campo Maior promoveu estes seus legados? Pois....

Qualidade, promoção, organização e visão, necessitam-se urgentemente, chega de inutilidades!


Cumprimentos.

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Avenida com mais inaugurações....

Que falta ainda por inaugurar na nossa "Avenida"?


Cumprimentos

terça-feira, 21 de julho de 2009

João Burrica recandidata-se...

O presidente da Câmara Municipal de Campo Maior, João Burrica, eleito pelo PS, recandidata-se a um quarto mandato por um movimento independente nas eleições autárquicas de 11 de Outubro.

João Burrica, que está a cumprir o terceiro mandato, é o cabeça-de-lista do Movimento "A Nossa Terra Campo Maior".

Já se esperava, resta agora esperar pelo programa e saber quais os elementos que compõem a lista do movimento.

Será fundamental nas autárquicas deter o apoio de um partido político?

Cumprimentos

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Constatação de uma triste realidade...

Por um lado a falta de qualidade da água da barragem, por outro as queixas daqueles que acampam no parque de campismo de Campo Maior.

A RCM visitou ontem o Parque de Campismo de Campo Maior, onde não encontrou campistas muito descansados nem contentes. São cerca de 70 famílias que a esta altura estão neste complexo, e desde há oito dias que não há água, durante quase todo o dia, no depósito que serve aquela Parque campista.

Francisco Marques, afirma que esta é uma situação recorrente ao longo de todo o ano, e que agora se prolonga já há uma semana, e sem resolução à vista.
E este parece ser um ping pong no que diz respeito a responsabilidades. A empresa que administra, a Escape SA passa responsabilidades para a autarquia e vice-versa, conta-nos Francisco Marques.

E a água parece não ser a única queixa. Também os quadros da luz parecem não estar nas melhores condições.

E quanto à Administração da Escape SA, Francisco Marques afirma que pouco atendem os utentes do Parque.

Por fim, Francisco Marques refere que o próprio parque não tem alvará, algo que não sabia aquando da compra do seu terreno.
(…)
Problemas no Parque de Campismo de Campo Maior, sendo que já contactámos a empresa Escape SA que não se mostrou, para já, disponível para nos responder às criticas. Também contactaremos a Câmara Municipal, no sentido de esclarecer o que se passa nesta Parque.
Ali ao lado, a barragem do Caia, guarda outros problemas e mais uma vez são enviados alertas por Carlos Pepe, do Grupo de Ecologia e Desportos Ambientais, sobre a qualidade da água da barragem. Carlos Pepe chama a atenção para que desde 1995 a água está no patamar da água de Má qualidade.

Carlos Pepe afirma que a classificação D nem se refere a água potável.
(…)
(Fonte: Rádio Campo Maior)

Responsáveis sobre a qualidade da água da Barragem do Caia:
Instituto Nacional da Água - Tutela;
Associação dos Beneficiários do Caia - Aproveitamento para Regadio
Águas dos Norte Alentejano – Abastecimento Público
Autarquias – Ornamento do território

Vamos chegar a concenso?

E quanto ao parque de campismo qual a vossa opinião? Já frequentaram o referido?

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Pelos caminhos de Campo Maior...

Estrada do Retiro

“Fez-se a cerimónia, assinaram-se protocolos, previu-se que em Janeiro deste ano se iniciariam as obras, porém contínua tudo na mesma. Caso para dizer blá blá blá…”
(6 de Março de 2009)

“Falou-se que as obras iriam ter início em Janeiro/Fevereiro, mas foi mesmo só falar! Porque razão não avança a obra?
Agora que é EN e não ER, já não podemos responsabilizar o poder local, porém podemos pedir explicações.
Sr. Presidente diga-nos o que se passa, tenha consideração por nós, pois a estrada está cada vez mais miserável, não deixando de ser uma das imagens de marca do Concelho de Campo Maior, pelo menos para quem entra em Portugal pelo Retiro. Não o preocupa? Acredite que a maioria dos Campomaiorenses sim.”
(20 de Abril de 2009)

Estrada do Retiro para quando? Nem as eleições parece que vão vencer esta batalha!

Estrada da Barragem
"Já iniciaram as obras de restauro da ER 243 (Estrada da Barragem), via que liga Campo Maior a Santa Eulália. Esta obra, responsabilidade da Câmara Municipal, vai dotar o percurso com um novo tapete de alcatrão, melhorando significativamente as acessibilidades da vila.
Com esta obra a Câmara Municipal de Campo Maior pretende melhorar a circulação rodoviária nos acessos à vila, promovendo a segurança e conforto dos que usufruem das suas vias.
Tentaremos ser breves nesta intervenção, de modo a restabelecer a circulação normal desta estrada o mais rápido possível."
(31 de Janeiro de 2009)

Fiquei contente pelo início desta obra, que bem era necessária, porém as obras ao que parece já terminaram.
Quem for de Campo Maior até a Santa Eulália, pela ER 243, vai deparar-se com duas estradas, uma que fica no Concelho de Campo Maior e outra no Concelho de Elvas, estes pedaços de estrada ficam separados pela Ponte da Barragem do Caia, digamos que são dois mundos algo diferentes.
A estrada no lado do Concelho de Campo Maior foi remediada, está melhor é óbvio, porém fica muito atrás do que foi feito no Concelho de Elvas, onde a referida teve direito a um tapete novo na íntegra.

Dá que pensar…

São estas as estradas que temos dentro do nosso concelho, isto para não falar das municipais.

Uma grande pedra no sapato do Sr. Burrica ou algo "normal"?

Cumprimentos

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Doze anos... (para alguns oito...)

Existem momentos em que devemos fazer avaliações.

O Sr. João Burrica, está perto de comemorar o décimo segundo ano à frente dos destinos do nosso Município, como tal, está na hora de fazer uma avaliação do trabalho do dito pelas gentes de Campo Maior.

Existem pessoas que acham o Sr. Burrica um bom presidente, porém e como seria de esperar existem opositores ao trabalho do referido.

Da parte dos que acham o trabalho do actual Presidente da Câmara positivo, destacam o Centro Cultural, a nova “Avenida” (quase pronta), a nova piscina, "municipal" o arranjo das ruas na parte mais antiga da vila e de algumas artérias circundantes da Avenida Calouste Gulbenkian, entre outras. A cultura parece ser um dos pontos que os “apoiantes” do Sr. Burrica elogiam mais, pois a Câmara tem promovidos e apoiado espectáculos de variadas índoles.

Já os "opositores/críticos" do Sr. Burrica, defendem que o seu trabalho tem sido populista, existem algumas críticas à “cedência da água” à privada Aqualia. A maneira como a nova piscina foi financiada e todo o “modus operandi” parece não ter sido o mais claro, havendo pedidos de esclarecimento sobre este assunto. A demora no arranjo Estrada Regional (ER) 371, que liga Campo Maior à vizinha Espanha, continua ser uma pedra no sapato deste executivo, de facto esta situação não esta dependente da Câmara neste momento, porém não parece ter havido grande esforço/pressão por parte do Município.

A crítica principal, reside sobre a falta de ambição e visão do executivo, limitando-se o referido a fazer o básico, não deixando evoluir Campo Maior.

E vocês campomaiorenses, quais acham que são o pontos fortes e os pontos fracos da governação do Sr. João Burrica, durante estes quase doze anos à frente dos destinos da Câmara Municipal?

Estão contentes/satisfeitos com a governação do actual executivo camarário?

Cumprimentos

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Vale a pena reflectir.... insistamos

Li no blogue “De Campo Maior”, um texto muito interessante, o qual falava do Festival da Juventude Campomaiorense e do Festival Delta Tejo (título: Dos festivais de Verão).

Segundo foi possível observar, o Festival da Juventude que decorreu durante o último fim-de-semana em Campo Maior junto as Piscinas Municipais, acabou por ser um evento com boa afluência, onde foi possível assistir a concertos de nomes sonantes do panorama musical português, o que é de louvar.

Por sua vez, o Delta Tejo ultrapassou as expectativas, sendo que nos três dias estiveram cerca de 70 mil pessoas no recinto do Alto da Ajuda, um número elevado tendo em conta a última edição que ficou pelas 57 mil pessoas.

Tendo em conta estes dois exemplos, será que se podem tirar algumas ilações? Embora pouco ou nada tenha a ver uma situação com a outra.

O Delta Tejo, é o momento de excelência de comunicação da Delta Cafés com os seus clientes. Embora isto não seja completamente linear, mas a verdade é que se comunica e difunde a marca Delta Cafés, ligada a uma série de valores inerentes ao Festival.

O Festival da Juventude, não passa de uma “simples” festa. Será que não se poderiam unir esforços e formar algo mais forte que difundisse Campo Maior e trouxesse até à nossa vila alguns milhares de pessoas?

A ideia seria a criação de um Festival em Campo Maior, o qual tivesse como objectivo distrair as nossas gentes mas não somente, uma vez que se poderia também comunicar a nossa vila e trazer alguns milhares de forasteiros a Campo Maior.

Alguns dirão: mas isso já existe! É verdade, pois existe, o Crato é um excelente exemplo disso mesmo.

Na minha perspectiva isto não seria uma simples cópia, mas sim uma inovação (copiar bem é inovar). O sucesso está dependente de patrocinadores e da comunicação que for feita.

Já que as Festas do Povo tardam em “reaparecer”, ao menos desta forma teríamos uma festa que honrasse Campo Maior e os Campomaiorenses.

Fica aqui a ideia…

Cumprimentos

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Voltamos...

“Ó mê belo Campo Maiore…” voltou!

O “Ó mê belo…” quer voltar a ser o local interessante que outrora foi, para tal, pedimos o contributo de todos vós, que gostais verdadeiramente de Campo Maior.

Vamos iniciar uma série de temas, os quais são importantes para a vida da nossa Vila.
O que se pretende é que surjam aqui uma base de ideias, as quais tenham efeito prático.

O poder da blogosfera esta mais que provado, através das nossas opiniões emitidas num espaço acessível a todos, podemos contribuir para uma sociedade mais pluralista, aberta, justa e igualitária.

Desde já, fica aqui bem vincado que não se vão permitir ofensas de qualquer tipo nos comentários, nestes últimos tempos isso vinha sendo uma constante.

O facto do blogue voltar a estar activo perto das eleições autárquicas, não significa necessariamente que exista algum paralelismo, todavia compreendemos que este tema irá aquecer este espaço.

Aceitam-se sugestões…

Cumprimentos

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Proposta d´ Ó mê belo....

Depois de alguns dias de inactividade voltamos, porém com uma periocidade mais leve, pelo menos por enquanto.

Proposta:

O humilde "Ó mê belo Campo Maiore..." propõe que os mandatos autárquicos sejam alterados para dois anos. De maneira, a dar uma maior vivacidade e qualidade de vida às localidades portuguesas e obviamente a todos os portugueses!

Assistimos constantemente ao mesmo, num mandato de quatro anos, dois anos e meio são para estar quietos e fazer alguma eventual obra que dure o mandato, o ano e meio que resta é de grande azáfama, com um constante corropio de obras e iniciativas no mínimo duvidosas.

Lá vem o tal "chamariz": mas fazem isso em todos os lados! - Pois fazem, mas porque razão continuamos a pactuar com tal?

As obras são importantes, porém aqui a questão é o timming, seremos todos burros? É algo simples de ver...

Com os mandatos de dois anos, teríamos um ano a brincar e outro a trabalhar...

Fica aqui a ideia, pode ser que vá avante tal como outras!

Cumprimentos

PS: Podem votar na sondagem relacionada com o post.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Vamos lá ver....

Ao que parece o Sr. Ricardo não reúne o consenso da maioria...

Como tal, interessa perceber...

Tendo em conta o perfil de uma pessoa jovem e que seja oriunda de um certo "universo", quem seria a pessoa certa para estar a frente dos destinos de Campo Maior durante os próximos quatro anos?

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Passear...

Ano de Eleições?

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Centro de Saúde de Campo Maior

Algumas pessoas têm sugerido este tema, porém nunca mereceu honras de post.


O que acham do Centro de Saúde? As instalações têm boas condições?

Os profissionais estão à altura das exigências? Tem alguma razão de queixa?

Eu sinceramente não tenho grandes razões de queixa, porém sinto que poderia haver melhores condições de atendimento, nomeadamente no que se refere ai meramente administrativo.

quinta-feira, 30 de abril de 2009

Andar de automóvel=Campo Maior?

Porque razão em Campo Maior para se ir ao café se tem de ir de automóvel?

Quem diz ao café, diz para o trabalho entre outras situações.

terça-feira, 28 de abril de 2009

No Alentejo Há Mais...

“Decorreu na passada sexta-feira, dia 24 de Abril, uma reunião entre o presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo, António José Ceia da Silva, e vários agentes económicos de Campo Maior. O objectivo primário desta reunião foi a sensibilização para o novo projecto turístico “No Alentejo Há Mais”. Este visa atrair mais turistas ao Alentejo, através de promoções e vantagens no que diz respeito a alojamento, hotelaria, museus e outras pontos de interesse.
“No Alentejo Há Mais” permite ao turista que adere à campanha usufruir de várias vantagens, como descontos em actividades de animação turística e em programas de enoturismo, entradas gratuitas em museus e outras atracções turísticas, ofertas em restaurantes e estadias, entre outros. No entanto para este projecto ser bem sucedido é necessário a confirmação e participação das várias entidades públicas e privadas das regiões, bem como a disponibilidade dos municípios. Foi com este objectivo que o presidente da E.R. de Turismo do Alentejo se deslocou a Campo Maior, para juntar os empresários dos vários sectores de actividade de Campo Maior e, principalmente, dar início ao diálogo que permitirá esta iniciativa crescer e evoluir em Campo Maior, como em todo o Alentejo.
A Câmara Municipal de Campo Maior disponibilizou-se para dialogar com todos os interessados que queiram discutir ideias ou apresentar propostas neste âmbito de modo a que este projecto seja uma realidade e que ajude ao desenvolvimento e crescimento de Campo Maior bem como ao cimentar das relações entre os vários sectores envolvidos.”
(retirado so site do Município)

No Alentejo Há Mais… em Campo Maior também há mais, mas também temos menos!
É desta que vamos saber dignificar Campo Maior em termos turistícos?

Programas destes são o que existe mais, convém é saber aproveitar a sua comunicação, para isso temos de ter em condições a nossa Vila, para receber os turistas, mãos à obra!

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Que necessita Campo Maior?

Como puderam verificar, o “Ó mê belo…”preocupado com a insistência de candidaturas oficiais, decidiu fazer um “Guia básico para vencer eleições em Campo Maior”. Porém, não se pode confundir a sabedoria da vitória com o que é realmente benéfico para Campo Maior.

A questão é: de que necessita Campo Maior?
Respostas poderão haver várias, algumas não remetendo para o poder local mas sim para outras convergências, pois nem todos in/felizmente temos a mesma percepção da realidade.

Campo Maior parou no tempo, o desenvolvimento é nulo, as obras que se fazem tem sido meramente “estéticas”, com excepção para as novas piscinas. Não podemos somente acusar o executivo camarário, nós povo também temos culpa, pois não temos sabido exigir aos nossos governantes o que Campo Maior merece.

Não só de obras vive o homem, as iniciativas também são importantes, tendo sido a sua diversificação grande e algumas muito boas, porém sempre com algo por detrás, digamos que não são puras e muitas vezes não respeitam a essência da sua realização.

Basicamente, não andamos para a frente. Por isso mesmo, para mim Campo Maior necessita de mudar as pessoas que estão à frente do nosso Município, mas não por uma fornada igual ou parecida. Defendo que o próximo executivo camarário deve ser jovem, com visão estratégica, com iniciativa e vontade de fazer muita inovação. Isto vai de encontro a uma situação que os actuais políticos de hoje tem dificuldade em percepcionar, que é o facto de os Municípios serem empresas que comunicam e fazem gestão de uma determinada localidade. Reparem que muitas situações até ao nível desportivo e cultural têm vindo a transformar o seu sistema em algo mais empresarial.

Continuamos somente a centrar na Câmara poderes obsoletos, tais como: arranjar os buracos do pavimento, ter os jardins arranjados, realização de actividades desportivas e culturais, entre outras. Não quer dizer que estas não sejam importantes, claro que são, isto tratasse de passar à fase seguinte.

Cumprimentos.

sexta-feira, 24 de abril de 2009

"Ó mê belo" Divulga: Sessão de Autografos com Paulo Gaminha no q'alma em Elvas

Menos & Menos

Esta semana não vai haver Mais & Menos, vai haver um grande MENOS!

Mas que se passa com os “mandões” em Campo Maior?
Serão todos alérgicos?
Precisam de lenha?

Não cortem mais árvores! Desde a “poda” até ao corte pela raiz muito se tem feito neste campo que não é floresta, mas espera ter uma sombra…
Tristeza não acham?

“Aquela vergonha na Escola do Ciclo é demais.
Aulas a funcionar e flocos por todo o lado e árvores no chão com gaiatos à mistura.
Afinal que Ministério, que Câmara, que Escola, que Professores temos.
É inadmissível.
Só em Campo Maior.”
(comentário Anónimo realizado ontem)

Alguém consegue explicar onde anda esta gente com a cabeça?

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Guia básico para vencer eleições em Campo Maior 2/2

Candidatura do actual Executivo Camarário.

Não é necessário dar muitos conselhos ao Sr. Burrica e a sua equipa, pois de facto tem sabido gerir bem os votos.
A política do Sr. Burrica, tem assentado essencialmente no show, ou seja, tudo o que se faça é mediático e de relevo informativo. Muita cultura, alguma “verdadeira” outra simplesmente propaganda barata.
Nos primeiros dois anos de mandato pouco se faz, ficando as obras/inaugurações todas para bem perto das eleições.
Basicamente, o segredo está em mostrar e fazer iniciativas para os Jovens e Idosos.

Não deixa de ser uma forma de fazer política, acredito que a maioria não concorda, mas que funciona isso não existem dúvidas.

E vocês que acham?

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Guia básico para vencer eleições em Campo Maior1/2

O post que se segue, vai ser dividido em duas partes.

“Ó mê belo” contínua preocupado com a inexistência de candidatos oficiais à Câmara Municipal de Campo Maior, como tal, hoje vamos dar algumas dicas, que têm como objectivo vencer as eleições autárquicas em Campo Maior.

Candidatura de um qualquer partido que não se encontre no poder.

Equipa: dois conjuntos de pessoas com atributos diferentes. Uns que conheçam muitas, mesmo muitas pessoas, ou seja, que tenham conhecimentos e sejam convincentes no discurso, este ponto poderá fazer a diferença. O outro grupo deverá conter pessoas “capazes”, criativas, mobilizadoras, gestoras e admiradas pelo povo. O cabeça de lista, convém que pertença ao último grupo.

Programa Eleitoral: pode ser o mesmo dos outros anos, apenas com algumas actualizações, devendo todavia conter algumas propostas diferenciadoras.

Arranjar um bom slogan: Por um Campo ainda Maior!

Definir públicos-alvo/discurso a apresentar:

Idosos: Falar-lhe em Cultura, em bem-estar, aproveitar algumas propostas que nunca foram concluídas. Fica aqui uma ideia, um parque para idosos. São este tipo de propostas que estas pessoas gostam e que as atraem. Insistir especialmente neste público, pois representam uma boa percentagem de votos. Não olvidem a cultura, o dia dos avós, a ginástica, as “festarolas”…

Meia-idade: A estas pessoas interessa-lhe essencialmente o bem-estar, a comodidade e o futuro dos seus filhos, como tal o discurso deve contemplar estas situações. Ao contrário dos Idosos, este grupo é mais moldável, mudando mais facilmente o seu voto, quer isto dizer que é fundamental apresentar um bom lote de propostas. Fica aqui uma proposta direccionada a este público, remodelar toda a infra-estrutura rodoviária de Campo Maior de maneira a atrair investimentos.

Jovens: Os jovens tem como preocupação essencial o emprego, interessando-se pela cultura e desporto. Este grupo necessita ser mobilizado, caso contrário vão ficar em casa. As propostas apresentadas a este público devem ser muito “fortes” e concretas. A mobilização de empresas para Campo Maior, seria a melhor proposta possível a fazer a este grupo.

Acções/Discurso Global: Falar do que está mal, focando os pontos negativos, se possível com o apoio de números, repetidos até à exaustão!
Focar o discurso em 5/6 propostas essenciais, que façam a diferença, que sejam realmente uma mais valia para Campo Maior, sendo tal reconhecido pelo povo Campomaiorense.
Para maior mobilização, apresentar em algumas das acções um qualquer “cantor pimba” em destaque de momento.
Muito merchandising, principalmente que tenha alguma utilidade, a saber: aventais, cachecóis, isqueiros, canetas, entre outros (faça uma pesquisa na internet). Parece que não, mas existem pessoas que se deixam levar por estes objectos e também não deixa de ser uma forma de comunicar. Se quiserem aprofundar este campo, podem optar por oferecer electrodomésticos ou mesmo café, a primeira sugestão nunca vi em Campo Maior, porém a derradeira foi realizada pelos laranjinhas nas últimas eleições.

----

Bem, agora é meter mãos à obra.

Deixem aqui as vossas dicas, ajudem o pessoal, no final de contas somos nós que votamos.

PS: Leiam o texto com alguma ironia. Amanhã vamos tentar dar umas dicas ao actual executivo camarário.

terça-feira, 21 de abril de 2009

Oito não...mas oitenta também não!

Campo Maior deveria candidatar-se ao livro do recordes, na categoria de vila com mais passadeiras por metro quadrado?

Nem 8 nem 80… meter por meter passadeiras onde não faz falta, obviamente que não faz sentido.

segunda-feira, 20 de abril de 2009

EN 371...Para quando???

“Chegou a hora de investir no interior”. Foi esta a ideia principal que Paulo Campos, Secretário de Estado Adjunto das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, salientou no passado sábado, dia 26 de Julho, na cerimónia de lançamento do concurso público para a obra de beneficiação da Estrada Nacional (EN) 371 e da Estrada Regional (ER) 371 entre Arronches, Campo Maior e Retiro (junto à fronteira).
Paulo Campos declarou que “chegou a hora do litoral ser solidário com o interior”, apontando que “é necessário que se faça justiça e que se seja solidário para com regiões onde, durante anos e anos, não foram feitos investimentos”. Diz o mesmo que, “este Governo, ao contrário dos anteriores, tem feito uma aposta forte nas ligações rodoviárias no interior do país”, contribuindo assim para uma substancial baixa no número de sinistros e de vítimas mortais no concelho de Portalegre.
(retirado do Site do Município Campomaiorense)

Falou-se que as obras iriam ter início em Janeiro/Fevereiro, mas foi mesmo só falar! Porque razão não avança a obra?
Agora que é EN e não ER, já não podemos responsabilizar o poder local, porém podemos pedir explicações.
Sr. Presidente diga-nos o que se passa, tenha consideração por nós, pois a estrada está cada vez mais miserável, não deixando de ser uma das imagens de marca do Concelho de Campo Maior, pelo menos para quem entra em Portugal pelo Retiro. Não o preocupa? Acredite que a maioria dos Campomaiorenses sim.

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Mais & Menos

Mais – A chuva. Metemos o tempo maluco, demos-lhe a fumar carradas de CO2 e este agora anda todo “mocado”, qualquer dia não vão existir estações do ano!
Ainda bem que tem chovido, ao menos notou-se um pouco na Barragem do Caia, a qual esta ainda muito sedenta.

Menos – As obras da Nova “Avenida”. Já viram à quanto tempo duram as obras?
“Cuidado não se atrasem” ou ainda não vai ser este ano que é inaugurado, as eleições estão à porta. Alguns poderão argumentar que fazem isto por todo o lado, é verdade, porém temos de admitir que o tempo que esta a durar esta obra é um exagero.

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Factor Eleições ou Factor Fonenga?

Estamos perto das eleições, aliás das três eleições, este ano vamos encher a barriga de política/campanhas.

Este ano é de aproveitar para pedir coisas! Pois em ano de eleições tudo é possível, arranjar isto e aquilo, fazer determinado favor… blá blá blá! Sempre assim foi! Chama-se a isso fazer política em tempo de eleições, outros poderão chamar outras coisas.

O certo é que nós na nossa Vila temos vindo a assistir a variadas intervenções, nomeadamente através da acção do Sr. Fonenga, o que nos leva a questionar-nos se não teremos escolhido mal o Presidente do Município.

O que mudou este ano em Campo Maior? São as eleições que estão à porta? É o Sr. Fonenga que vale mais do que se o valorizou?

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Carta do Leitor: Páscoa das Lombas

Esta Páscoa, irá ficar conhecida em Campo Maior como a “Páscoa das Lombas”!
Nas estradas da Enxara e da Figueira, foram implementadas bandas redutoras de velocidade, especialmente nas zonas onde existem residências.

Sou a favor, de todas as intervenções que tragam consigo uma melhoria da qualidade de vida e uma maior segurança para todos.

Porém, não posso deixar de passar esta situação da implementação das bandas redutoras de velocidade, que foi feita sem conhecimentos técnicos, podendo estas tornar as estradas em questão ainda mais perigosas.

Por todas as estradas que até hoje circulei, que tinham este tipo de bandas redutoras de velocidade, tinham a totalidade algo em comum, uma linha contínua junto as bandas, a qual não permite que os condutores transgredissem a sua faixa de rodagem, para fugiram das bandas.
Como tal não acontece por cá, existem condutores que fogem às bandas, mesmo em locais de pouca visibilidade, não digo isto por dizer, mas sim porque já por duas vezes apanhei um susto com “tipos” que vinham a fugir das ditas!

Quando se junta a pouca planificação e estudo à falta de civismo (a quem diga que é amor ao carro), dá sempre em merda. Espero não ter razão e que nada aconteça, mas fica aqui o aviso a quem de direito.

Mais um apontamento, na Estrada da Figueira a utilização de uma linha contínua é impossível, como muito deveria ter-se metido as bandas a todo o cumprimento do asfalto. Quanto ao facto de se ter metido “alcatrão” no rebordo da estrada em algumas curvas é positivo, porém não vai solucionar nada, muito menos quando o tal “alcatrão” já está a saltar.

Eng. Manuel

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Novo Coreto toma forma...

Meus amigos, a loja vai fechar até à próxima semana. Fica aqui o aviso, voltamos a postar na próxima terça-feira.


"Começa a ganhar forma o novo coreto que está a ser edificado no Jardim Municipal. De modo a substituir o antigo e a corresponder às necessidades dos Campomaiorenses, esta infra-estrutura estará dotada com todas as condições de segurança e espaço necessárias, bem como serão integradas na sua estrutura, as novas casas de banho públicas, também estas um desejo antigo da população.
Embora as obras estejam a decorrer em bom plano, não está marcada ainda uma data para a inauguração deste renovado espaço que abrilhantará ainda mais o nosso jardim”
(in Site do Município Campomaiorense)

Estão a gostar da forma que está a tomar o novo Coreto?

Cumprimentos e Boas Páscoas!

PS: Tenham calma. isto tem andado meio parado por falta de tempo dos intervenientes, mas nós andamos por aí...

terça-feira, 7 de abril de 2009

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Não diria melhor...

"Depois de uma fase de grande euforia em que surgiram vários blogues elaborados em Campo Maior e em que, cada um deles postava quase diariamente, suscitando alguns uma razoável panóplia de comentários, por vezes interessantes e de boa qualidade, assistimos agora a uma retracção assinalável.
Por um lado, há os que foram desactivados, outros reduziram e espaçaram os textos publicados e, em todos eles, se nota como que um desânimo, uma acomodação conformada como se estivessem cansados de lutar contra moinhos que nem se movem nem se manifestam, instalados que estão na sua pesada imobilidade.
Os que subsistem apresentam-se agora com muito menos qualidade, suscitam comentários escassos que, na maioria dos casos, são de uma mediocridade confrangedora.
Claro que há excepções, embora me pareça que os que atingem qualidade digna de destaque, são seguidos por grupos restritos de gente que tem uma atitude cultural algo distinta do que é usual entre a população dominante em Campo Maior.
Enfim… sem que eu compreenda bem porquê, a vila parece-me conformada com o seu triste destino de sentir que não tem destino nenhum. É triste, muito triste, assistir à aceitação de tão conformada fatalidade."
(Texto retirado do blogue De Campo Maior)

Onde andas ó salvador desta vila, que se encontra afundada na ingenuidade de quem pensa saber?

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Adivinhe...

A que localidade, pertencem as seguintes fotos?


Nós damos uma ajuda, escolha uma das seguintes hipóteses:
Hip. A – Campo Maior
Hip. B – Redondo
Hip. C – Odemira
Hip. D – Constância

Qual a sua resposta?

PS: Ao Senhor que gentilmente cedeu as fotos, o nosso muito obrigado.

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Iniciativas Privadas Vs. Iniciativas Camarárias...

Não se entende…

Mas porque razão, sempre que alguém toma uma iniciativa em Campo Maior, vem outra (iniciativa) igual ou parecida proveniente de outro lado?

Fará sentido isto?
Cumps
PS: Iniciativas Privadas - Iniciativas promovidas por Associações e Empresas.

terça-feira, 31 de março de 2009

Refinaria na Extremadura Espanhola...

“O ministro do Ambiente remeteu hoje para "no máximo daqui a duas semanas" a divulgação do parecer da tutela sobre o impacte ambiental que a refinaria Balboa, na Extremadura espanhola, irá ter em território português.

Francisco Nunes Correia falava hoje em Lisboa à margem da cerimónia de assinatura de protocolos de duas medidas de desincentivo do uso do transporte individual, que envolvem a Galp Energia, a Carris e o Governo.
Questionado pelos jornalistas sobre se o parecer já está concluído, Nunes Correia disse que estará pronto dentro de pouco tempo. "Estamos a trabalhar nele. Dentro de, no máximo, duas semanas ele deverá ser conhecido. Em princípios de Abril deverá ser conhecido", disse o ministro.
A 10 de Março, o ministro tinha dito que Portugal iria pronunciar-se até ao fim deste mês sobre os efectivos impactos ambientais. "Portugal irá pronunciar-se sobre este assunto até finais de Março de 2009 e fá-lo-á com toda a competência e objectividade e com base numa análise rigorosa sobre os efectivos impactos que essa refinaria terá em Portugal", garantiu em sede de comissão parlamentar o ministro Nunes Correia.

A 27 de Fevereiro, o secretário de Estado do Ambiente, Humberto Rosa, tinha adiantado que o parecer seria divulgado na primeira quinzena de Março.
A refinaria está projectada para o município de Santos de Maimona, província de Badajoz (Extremadura), a cerca de 100 quilómetros da fronteira com Portugal, e a sua construção tem suscitado críticas dos dois lados da fronteira, de ambientalistas portugueses e espanhóis, assim como de autarcas alentejanos e investidores turísticos em Alqueva.
Os receios são que a refinaria prejudique o ambiente e a saúde pública, sobretudo com a contaminação do ar e da bacia hidrográfica do rio Guadiana e da albufeira de Alqueva, para onde estão previstos projectos turísticos.

O primeiro-ministro, José Sócrates já sustentou que a refinaria Balboa não deverá ser construída "se puser em causa os valores ambientais" de Alqueva.

O parecer do ministério sobre a refinaria projectada para a fronteira luso-espanhola tem em conta os vários pareceres de outras entidades, incluindo de associações ambientalistas, que foram entregues no âmbito do período de consulta publica que terminou em finais de Fevereiro.”
(in Linhas de Elvas)

Refinaria sim ou não?

Cumprimentos

segunda-feira, 30 de março de 2009

V Encontro de Teatro de Campo Maior

Terminou o V Encontro de Teatro de Campo Maior, que teve lugar no Centro Cultural.

Que acharam deste V Encontro de Teatro?

Assistiram aos espectáculos?

Esta iniciativa á para seguir?

O que pode melhorar?

“Abreijos”

sexta-feira, 27 de março de 2009

Mais & Menos6

Mais
Comendador Rui Nabeiro.
"A campanha “No Alentejo há Mais” é hoje lançada oficialmente, numa cerimónia que decorrerá no Pavilhão Branco do Museu da Cidade, em Lisboa, pelas 19 horas, e que contará com a presença de várias entidades e personalidades associadas à região, nomeadamente os cinco primeiros escolhidos para o recém-criado estatuto de Embaixador do Alentejo: Margarida Vila-Nova, Filipe Duarte, Paulo Pires, Carlos Malato e Rui Nabeiro.

O Comendador Rui Nabeiro afirmava que esta foi uma escolha que o deixou satisfeito, dedicando este galardão a Campo Maior e aos campomaiorenses.

O empresário campomaiorense já há muitos anos que leva o nome da região além fronteiras e vai continuar a fazê-lo. "
(in Rádio Campo Maior)


Menos

Falta de civismo.
Quando levarem os cães a “fazer o serviço”, levem um saco e apanhem o “serviço”! Irra, que é demais, vamos andando pela vila e temos de fazer um fugida constante a este “serviço”.


E os vossos Mais & Menos quais são?

Bom fim-de-semana.

quinta-feira, 26 de março de 2009

Festas do Povo

Cada vez mais, tenho a sensação que as Festas do Povo morreram definitivamente.

E vocês?

Sr. De la Rocha, mandamos vir as flores do Redondo?

quarta-feira, 25 de março de 2009

Carta do Leitor....

O texto de hoje, é da autoria do Sr. Praça da República.

Certo dia…

O Sr. Pitinho, entrou um dia como vereador a tempo inteiro, desenvolvendo algumas acções, dando mais vivacidade a um tal executivo camarário.
Algumas das obras que se viam por determinada localidade, eram da “autoria” do referido acima. O certo é que também algumas atitudes menos correctas o eram…

Num qualquer dia 23 de Março, entrou em vigor um novo horário para um Município, que passou a ser o seguinte, das 9h as 12h30 e das 14h as 17h30. Quer isto dizer, que tal Câmara fecha em hora de almoço, o que é muito conveniente, diga-se de passagem (ironia)!

No primeiro dia, em que tal horário entrou em vigor, a pessoa encarregue de abrir a porta chegou um pouco antes das 14h, cumprindo assim o seu horário de trabalho, porém muitas pessoas das que trabalham no Município chegaram antes, ficando estas à porta, tanta gente na Praça parecia uma manifestação!!! O Sr. Pitinho não gostou, reprimindo a pessoa encarregue de abrir a porta…

Ora Sr. Pitinho… Não teria sido mais inteligente da sua parte precaver esta situação? Bastava para tal ter uma pessoa a sair e entrar mais cedo do serviço, tendo essa pessoa a função de abrir a porta mais cedo. Claro está, é mais simples cair na pessoa mais à mão!

Isto existem situações do caraças… Foi assim que em Portalegre se perderam umas eleições, com as mudanças de horários…lei é lei e tem que se cumprir…

Gostam do novo horário? Serve melhor Campo Maior?

Sr. Praça da República.

terça-feira, 24 de março de 2009

E viva a Cultura

Começou na passada 6ª feira mais uma edição da Semana do Teatro em Campo Maior, sendo que esta já vai na sua 5ª edição. Após o primeiro fim de semana e em género de balanço, creio que o saldo foi francamente positivo. A retrospectiva dos 10 anos de Bla Bla Bla com pequenos excertos de peças, representadas na entrada do CC foi bem conseguido apesar de alguma confusão no posicionamento de quem estava a ver.
A peça de estreia, "Aparências", foi simpática, num registo descontraído de uma trama cheia de acção e mistério.
No sábado "Time Crisis" foi o ponto alto do fim de semana, peça estreada pelo Bla Bla Bla, descontraiu e fez rir, conseguindo por breves instantes fazer da crise uma anedota, terminando em festa com o festejo dos 10 anos de actividade desta Associação de Teatro.
Ontem o ciclo do fim de semana encerrou com "Nick" da Companhia de Teatro de Portalegre, de onde sinceramente esperava mais e melhor, salvando-se de uma trama com pouco interesse e uma musica de fundo irritante, a excelente prestação de Adriano Bailadeira.
Durante a semana, as peças a apresentar são vocacionadas para os mais novos, voltando na 6ª feira o teatro mais "adulto" com a peça da Associação Axpress Arte, "Yerma", que está já a gerar grande expectativa, mas do fim de semana que vem irei falar na próxima semana, até lá façam favor de ser felizes...
Uma palavra ainda para a exposição de fotografia que está no CC dedicada aos 10 anos do Bla Bla Bla que pode ser vista até ao dia 28.

in Vila Raiana

Já visitaram? Viram alguma peça? Qual a vossa opinião?

Se é que tem alguma importância, a minha opinião é simplesmente "E viva a cultura!!!!"

segunda-feira, 23 de março de 2009

Bairro da Misericórdia...

“Decorreu no passado Sábado, pela tarde, a inauguração oficial do novo espaço de lazer do Bairro da Misericórdia, uma obra levada a cabo pela Câmara Municipal de Campo Maior, e que vem trazer um pequeno espaço de descanso e convívio àquele bairro.

Com a presença de muitas das figuras ligadas à Câmara Municipal, da Provedora da Santa Casa da Misericórdia de Campo maior, Rosa Maria Pinheiro, e da Banda Primeiro de Dezembro, esta inauguração, simbólica, foi de grande alegria para os habitantes daquela zona da vila campomaiorense como a RCM testemunhou.

A provedora da Santa Casa, Rosa Maria Pinheiro, agradeceu à Câmara esta requalificação, que considera cria um espaço mais agradável para aqueles habitantes do bairro.
João burrica, Presidente da Câmara Municipal, falava da alegria e felicidade dos habitantes daquela zona e da oportunidade desta requalificação.

Também João Luís, Presidente da Junta de São João Baptista, referia que esta gente é simples, e é dentro desta simplicidade que está a virtude deste povo.”
(Rádio Campo Maior)

Este “arranjo” teve o mais alto patrocínio das peças não amadas, ou seja, a maioria do material empregue nesta situação tinha sido comprado para a remodelação da Avenida, porém não serviu.

Do mal, o menos, sempre serviu para reabilitar esta zona de Campo Maior.
Caso para dizer, existem enganos que vem por bem… Ao menos o bairro ficou mais engraçado e sempre deu para a banda sair à rua, isso sim, depois de um belo petisco…

Cumprimentos

sexta-feira, 20 de março de 2009

Qual o melhor...

O seguinte tema foi sugerido pelo Sr.Por um Bom Campo Maior , ao qual agradeço.

O horário de funcionamento dos serviços administrativos da Câmara Municipal de Campo Maior, é actualmente das 09.00h as 16.00h, com os serviços a funcionar inclusivamente na hora de almoço.

Está em votação entre os funcionários, a possibilidade de alterar o horário de funcionamento para cumprir as 35 horas semanais de lei , que poderá ser das 09.00h as 17.00h com 1 hora de almoço, mantendo os serviços a funcionar ou então das 09.00h as 17.30h encerrando na hora de almoço, entre as 12.30h e as 14.00h ou outra solução que cumpra os requisitos (dos que decidem e da lei).

Qual será o melhor horário de funcionamento?

Abertura à hora de almoço é importante?

Cumprimentos

quinta-feira, 19 de março de 2009

Divagações: Presente e Futuro, do Mundo até Campo Maior

O Post de hoje, foi escrito por um tal Sr. João, o qual nos enviou o mesmo para o e-mail.
---
Atravessamos momentos de incerteza neste mundo global, o dia de amanhã é sempre uma surpresa, mais do que nunca a vidência tornou-se em algo impossível, Alexandrinos e afins já eram.

Entre outras, devido a uns senhores cheios de ganância estamos neste momento com os gestores todos a olharem por cima do ombro, pois nunca se sabe de onde vem o perigo. Refiro-me à crise económica que nos assombra, embora não a todos, pois quem neste momento tem um emprego estável não se poderá queixar, muitas coisas baixaram depois desta onda.

Por Campo Maior, a vida decorre normalmente, sendo quebrada essa normalidade por uma ou outra situação, que passados alguns dias são esquecidas, comprovando-se desta forma a pouca ou nenhuma importância dos factos ocorridos.

Pouco se tem falado das eleições autárquicas, a verdade é que os partidos têm feito por isso, pensando bem, não tem é feito nada para que se fale, no fundo é a mesma coisa!
Embora não existem confirmações existem muitos rumores, os quais dão X e Y como candidatos pelos partidos A e B. O certo é que esta demora joga a favor do actual presidente, sinceramente, este ano parece que ninguém quer ser presidente do nosso Município, talvez outras questões estejam por detrás de tal situação, será a certeza de uma derrota? Ou agora de repente ficou tudo bem na nossa vila?

Quando oiço falar nos hipotéticos, penso: onde andarão os tais? Os “jovens”? As pessoas que “quase todos” sabem que tem valor?

Caso para gritar: Saiam cá para fora, vamos tentar!!!

O futuro da nossa vila, está nas vossas mãos, caso assim queiram, não se queixem só no blogue (irónico… ou nem por isso).

Vem aí o TGV, é quase certo, esperemos que seja uma realidade de facto. Este projecto poderá ser a “salvação”, sempre e quando Elvas e Campo Maior não fiquem a dormir à espera que Badajoz lhe vá dando algo. Temos que fazer pela vida, ora então.

Chega de divagar por hoje, até mais ver.

João

quarta-feira, 18 de março de 2009

Todos ao Teatro...

“Começa sexta-feira o quinto encontro de teatro de Campo Maior. Uma organização da Câmara Municipal e do teatro Jovem, Bla, Bla, Bla.
Serão 9 dias de muitas actuações, com destaque para o dia 21 de Março, quando o Teatro Jovem de Campo Maior, vai estrear a sua nova peça, Time Crisis.
Uma iniciativa que contará com a apresentação de cinco produções próprias, de campomaiorenses algo que deixa a vereadora Ana Golaio muito satisfeita com este encontro de teatro.
Uma iniciativa que conta com a participação de público e que, por isso, também continua a ser feito todos os anos.”
(in Rádio Campo Maior)

Sem dúvida alguma esta iniciativa é muito boa, mas será mesmo que a Cultura por Campo Maior, muitas vezes não serve só de propaganda? Não digo que seja o caso, fica aqui a reflexão.

Não se ofendam!

Cumprimentos